As mentes poluídas deste blog:

Speed - Paulista casado, fiel, tarado e machista. Acredita no amor e que o romantismo năo morreu. Abre a porta do carro, afasta a cadeira para ela sentar, etc. Considerado machista por dizerem injustamente que enxerga as mulheres como peças de carne no açougue;

Lolita - Ninfomaníaca assumida e gritando alto e bem claro: ADORO SEXO! Gosta de: Pompoarismo, um pouquinho de sadomasoquismo (só tapinhas na bunda!), tântrismo, sexo oral e totalmente sem modéstia, faço muito bem! Detesto: vulgaridade. Bebidas: Martini, Proseco e Tequila. Objetos de prazer: Mel, gelo, cerejas, gels com diversos sabores... coisinhas assim! Qualidades: Despudorada, fiel, amiga e sou bem resolvida em minha opçăo sexual. Abomino: Falso moralismo, meninas que fazem o tipinho puritana. Carinhos que gosto: Banho de gato e muitos beijinhos nas costas. Sexo: A frase é bem clichę, mas, em quatro paredes vale tudo! Estado civil: namorando, um kama Sutra personificado! Tirei a sorte grande! Ele é meu e ninguém tasca!

Um Feroz Mequetrefe - Peixes com ascendente em Touro, 100 Compromisso no civil, 100 compromisso no religioso. É Geógrafo por formaçăo e DJ por ocasiăo. Na noite é Drum and Bass, Rock (todos), Hip-Hop, Música Binária, Mangue Bit, Música Regional Nordestina. Fala pouco e vę muito só năo vę a cor do seu salário. Viciado em adrenalina, tecnologia e mulher, colecionador compulsivo. Come quieto para năo se engasgar!

Patty - Dondoca e Aquariana desempregada, é uma geógrafa ansiosa de 1,75m; adora poesia concreta, cinema e pro-secco, Clarice Lispector, "cultura de bar". As vezes é uma velha chata que odeia gente sonsa e acomodada; ainda acredita em amor! Tem uma tatoo, um piercing na língua e bons amigos, insônia e uma gata (Vida); é confusa por natureza, quer morar num loft, quem sabe trabalhar com arte, ganhar dinheiro.

Capitu - Futura Jornalista histérica, capricorniana com ascendente em sagitário. Acredita em horóscopo e em papai noel mas năo no homem perfeito porque esse ela nunca viu. Depravada, decidida, desconfiada e autodidata nos momentos de caręncia e acredita que movimentos circulares curam qualquer crise de caręncia. Desbocada, chocólatra e excęntrica vive a vida em busca da balada ideal e do cara que dure mais de um ano. Enquanto năo acha? É a que fala mal deles na sexta.

Bem Vindos (as) ao 69 !!!

Alternativus
Bob Bactéria
Cinderela
Dó...Ré...Minha vida...
Arkhan Asilum
Encaixe Perfeito
Seu Jeito
Meu Umbigo
A vida como ela é
Consultorio do Humor
Complicada Perfeitinha
Ensaio Geral
100 Compromisso
Gata No Cio
Pensamentos Impuros
Seçăo Proibida
Suruba Digital

Pegue nosso banner!

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Março/2004
Abril/2004
Maio/2004

sexta-feira, junho 18

Meu relacionamento ecologicamente correto e aprovado pelo IBAMA

Eu conheci um cara...
Ele n?o é lá o protótipo de homem ideal, mas é um bom cara.Na verdade ele é um cara ótimo e eu fico aqui colocando defeitos, mas talvez colocar defeitos seja uma maneira de me proteger e me defender do cara bonzinho.Ele é um amor e eu sou uma má, ele é do greenpeace eu arranco flores, ele evita queimadas eu jogo meus cigarros acesos no ch?o (ta...prometo n?o fazer mais)ele respeita filas, eu procuro um jeito de furá-las,ele n?o come carne vermelha, eu sou completamente junkie, ele n?o fuma, eu estou fumando agora,ele odeia fast foods,eu sobrevivo de mc donalds, ele n?o gosta de doces,eu preciso de chocolate para viver, mas ele divide meu gosto por cinema, ele curte meus cds de jazz,ele coloca tracy chapman no cd e na mesma hora mexe no meu cabelo como ninguém, ele gosta de filme arte,ele defendeu meu diretor preferido,ele acha minha carreira o máximo e acha graça quando eu bebo e me acompanha na pista de dança, mas é isso que o torna imperfeito,porque para mim, esse cara é legal demais e eu sou daquele tipo de mulher que precisa de um drama para dar certo. Sabe porque? Estou t?o costumada com caras babacas, que quando conheço um cara realmente legal,que liga,aparece e gosta de mim, eu acho que tem um problema,sinto falta de algo e quando vou ver chego a conclus?o de que o que me falta é a insegurança.É terrível mas acho que só dá certo comigo quando rola algo tipo de insegurança.Geralmente é assim que eles me prendem, n?o me deixando segura, n?o me querendo muito, me fazendo desconfiar e isso é ruim demais.
Conheci um cara e ele é legal demais, t?o legal que é quase um “Capit?o Planeta”, ele quer cuidar de mim e da “Paz mundial”, ele quer salvar o mundo e eu quero ser salva por ele.
Cansei de relaç?es Biodegradáveis, meu coraç?o n?o é reciclável e por isso á partir de hoje além de ecológica me considero apaixonada.

Capitu é Pseudo-Jornalista, ecologicamente correta e apóia o movimento “Salve as baleias brancas do extremo sul da Austrália”


Lolita ŕs 5:37 PM -

quarta-feira, junho 9

Uma sugestao de Jantar poetico para o Dia dos Namorados.
Por Edson Marques (http://clicktoris.weblogger.terra.com.br)

Saia e respire o ar da liberdade absoluta. Sinta o perfume da vida. Veja as arvores, o movimento, observe o ceu que te descobre. Penetre no azul, como se voce fosse a cor. Veja passaros em pleno voo, e voe com eles, para onde quer que seja. Olhe nos olhos das pessoas que encontrar — no mesmo sentido. Os homens mais interessantes, as mulheres mais bonitas, as vitrines. Mas nao se detenha: passe por eles, como abelhinha bebada de mel desprezando margaridas em flor. Troque sorrisos, inocencias, emoçoes – mas siga em frente.
Ande como se passeando nas nuvens.
Entao compre uma rosa vermelha e uma garrafa de vinho (*). Volte calmamente para casa, sozinha e alegre, e deixe o mundo no portao. Tire a roupa toda e ande nua por uns tempos, transforme as paredes em espelhos e desfile. Se o vinho for branco ou rosé, ponha-o a resfriar um pouco. Deixe uma comidinha preparada, simples. Pode ser omelete de gemas ao rum com um tiquinho de caviar ao lado, e depois peixe de agua doce cozido em caldo de laranja. Ou fatias de presunto com melao, ou so arroz soltinho com feijao, salada de tomate com manga e alface, ou dois ovos fritos cobertos com folhas de manjericao — qualquer coisa... A comida n?o importa qual.
O importante e voce.
Coloque lençois de cetim e deixe-os esperando por voce. Borrife um pouco de perfume pelo quarto, olhe-se no espelho, de frente, de lado, de costas, de dentro — e respire profundo. Acenda na sala um incenso Poem e espete a varetinha numa fruta fresca. Ponha a musica que mais te toca o coraçao, deixe-a repetindo. Uma vela comprida no castiçal de bronze. Desligue o telefone e todas as campainhas que houver.
Livre-se de tudo que for superfluo.
Porque a solidao entusiasmada é uma delicia...

Tome entao um banho demorado, com os cremes preferidos. Cante alto no banheiro. Quando terminar, passe as maos pelo corpo, para tirar-lhe as gotinhas de agua que ainda escorrem, especie de massagem cuidadosa. Enxugue-se com toalha branca, carinhosamente. A maquiagem leve, batonzinho discreto pra deixar os labios vivos. O perfume que traga lembranças empolgantes. A calcinha de algodao. Vista uma roupa linda, fresca, macia, gostosinha. Ou improvise apenas um lençol enrolando a nudez, quem sabe.
Mas prepare-se como se fosse a uma festa para Zeus. Uma festa onde tua alma vai ser protagonista. Descalça — uma deusa deslumbrada ao sair de um labirinto.
Respire mais fundo.
O vinho deve agora ser aberto com amor. Sirva delicadamente em taça de cristal húngaro ou num copo transparente bem lavado, tanto faz. Sente-se. Levante o copo contra a luz, sinta a temperatura do vinho, sua cor e seu cheiro. Esmague o liquido com a lingua no céu da boca, imagine-se num vinhedo do sul da Italia em dia de sol.
Sinta o sabor do escandalo.
Nenhuma expectativa.
Ninguem vai chegar.
Voce cuidou para que ninguem chegue aqui nos proximos dois mil anos.
A festa e so para uma pessoa.
E voce tem agora todo o tempo do mundo.
(Porque, se nao tiver todo o tempo do mundo — nao adianta.)

Entao arrume a mesa, como se fosse a propria festa de Babette. Um prato, Um talher, Um guardanapo. Aquela flor que voce trouxe, num vasinho de cristal — ou numa garrafa vazia, tanto faz. Mas e indispensavel a flor ao lado da vela. Todas as outras luzes apagadas. Diminua o volume da musica. Nada vai perturbar esse clima. Nenhuma possibilidade de que possa haver intervençao do horror. Toda a atmosfera penetra teu corpo — e o consagra. A alma. O vinho. O quase silencio. Voce se celebra. Voce, com a consciencia toda a flor da pele, ouve ate a mosca tossindo na janela. O ar fresco que penetra e levanta um pouco a cortina. Um cachorro late la na rua, longe. Voce se lembra de coisas distantes, e das coisas que estao perto. Pega o talher como fosse um violino, e começa a comer. Mastiga demoradamente, sente o gosto real daquilo que logo mais fara parte do teu corpo, do teu sangue. E bebe o vinho vivo, tornando a mesa um altar catolico. E pensa. E sorri. A vela continua fazendo as sombras dançarem bem. Por dentro do teu corpo, um festival de gostosuras.

Voce fica a mesa o tempo que quiser, exercendo a propria Liberdade.
E quando se der por satisfeita, leva para o quarto o castiçal, a flor – e o silencio. A garrafa com o vinho que sobrou. Nenhuma expectativa, o coraçao pulsando de alegria.
Tira entao a roupa bem devagarzinho.
Deita-se do modo mais confortavel possível.
Passa oleo de am?ndoas pelo corpo, respira fundo mais duas ou tres vezes, lembra-se de Seneca — talvez. Olha para as maos e pensa: "ha tempos que nao sinto tao gostosamente as minhas maos..." Toca teu dedo minimo, ve-lhe o formato, a unha, a flexibilidade, a curvatura.
(Ha quanto tempo voce n?o olha tuas maos por dois minutos?)
Ve a penugem esvoaçante do teu braço, os sulcos na palma, as veias no dorso, minusculos canais de sangue azul por sob a pele. Pergunta-se qual é o sentido desse sangue, qual o sentido desse fluxo. E respira, suspira, afaga. Arranha devagar a doce pele, suavemente. Acaricia. Liberta-se do medo.
Morre um pouco para viver este momento, que e unico — e so teu.
Medita.
Para que servem os meus dedos, qual o destino desses musculos, o que e que posso fazer com esses nervos poeticos, com tantos desejos, suspiros e tendoes?
Nesta hora, eu me estimulo – e eu mesma me respondo, voce pensa.
Ha vida dentro de mim – saindo, de tanta que e.
As maos, bailarinas, deslizam pelos teus seios, dançam o que ha de melhor.
Lubricas, acariciam de novo, e mais ainda!
Voce enfia a mao direita (ou a esquerda) por dentro da calcinha, sente o monte de Venus, a floresta de pelos delicados. Desbrava com doçura a incognita que existe no vao das tuas pernas — esse vulcao florido e suntuoso, incandescente e faminto de aventuras. Passa os dedos leves pelos seus labios umidos de amor, espalha delicias e loucuras por todos os pontos, por todos os poros.
Nessas horas o dedo medio pode ser o maximo...
Olhos fechados, voce vai coleando, coreografia de cobra em extase. Galga a surpresa montanha e eis que toca o clitoris – e aqui voce suspira de novo, e se detem. Vai tocando-o como se musica. Demoradamente...
O caminho e um so: voce vai agora masturbar-se como nunca.
Mao esquerda nos seios, no umbigo, na garganta, na clavicula, na boca. E a musica do teu corpo aumentando, aumentando, de tal forma que e capaz de ouvir teu sangue correr por sob a pele. Ha um rio dentro de voce — que logo transbordara.
De alegria, de prazer, de tesao.
Entao, mulher, acontece a suprema coisa:
— Voce vivera o maior orgasmo da tua vida.
Depois, bem depois, sorrindo e respirando amor, voce começa lentamente a abrir os olhos — e as outras portas do paraiso tambem, uma a uma. Por fim, com o restinho de luar que a vela estiver dando, pega um livro de poesias para ler. Talvez encontre um poema assim:
"Aqui llevo la luz companera con mi cuerpo cubierto de estrellas y una rosa redonda en la boca."
Agora voc? pode dormir, a luz de Lorca ou de Neruda.
Sozinha — como Afrodite.
E tera hoje o mais belo sonho possivel nos braços abertos de Morfeu,
Sempre em direçao ao infinito de todas as coisas.
Porque amanha, amanha é outro Dia.


Pagu ŕs 2:53 PM -

terça-feira, junho 8

CANÇ?O DOS HOMENS

Que quando chego do trabalho ela largue por um instante o que estiver fazendo - filho, panela ou computador - e venha me dar um beijo como os de antigamente.
Que quando nos sentarmos ? mesa para jantar ela n?o me desfie a ladainha dos seus dissabores domésticos. E se for uma profissional, que divida comigo o tempo de comentarmos nosso dia.
Que se estou cansado demais para fazer amor, ela n?o ironize nem que "até que durou muito" o meu desejo ou pot?ncia.
Que quando quero fazer ela nâo se recuse demasiadas vezes, nem fique impaciente ou rígida, mas cálida como foi anos atrás.
Que n?o tire nosso beb? dos meus braços dizendo que homem n?o tem jeito pra isso, ou que n?o sei segurar a cabecinha dele, mas me ensine docemente se eu n?o souber.
Que ela nunca se interponha entre mim e as crianças, mas sirve de ponte entre nós quando me distancio ou distrio demais.
Que ela n?o me humilhe porque estou ficando calvo ou barrigudo, nem comente nossa intimidade com as amigas, como tantas mulheres fazem.
Que quando conto uma piada para ela ou na frente de outros, ela n?o me faça um gesto de enfado dizendo "Essa voc? já contou mil vezes".
Que ela consiga perceber quando estou preocupado com trabalho, e seja calmamente carinhosa, sem me pressionar para relatar tudo, nem suspeitar de que já n?o gosto dela.
Que quando preciso ficar um pouco quieto ela n?o insista o tempo todo para que eu fale ou a escute, como se sil?ncio fosse sinal de falta de amor.
Que quando estou com pouco dinheiro ela n?o me acuse de ter desperdiçado com bobagens em lugar de prover minha família.
Que quando eu saio do trabalho de manh? ela se despeça com alegria, sabendo que mesmo longe eu continuo pensando nela.
Que quando estou trabalhando ela n?o telefone a toda hora para cobrar alguma coisa que esqueci de fazer ou n?o tive tempo.
Que n?o se insinue com minha secretária ou colega para descobrir se tenho uma amante.
Que jamais se permita nenhuma alus?o, mesmo de bricadeira, seja positiva ou negativa, sobre meu desempenho sexual.
Que com ela eu também possa ter momentos de fraqueza e de ternra, me desarmar, me desnudar de alma, sem medo de ser criticado ou censurado: que ela seja minha parceira, n?o minha dependente nem meu juiz.
Que cuide um pouco de mim como minha mulher, mas n?o como se eu fosse uma criança tola e ela a m?e onipotente, que n?o me transforme em seu filho.
Que mesmo com o tempo, os trabalhos, os sofrimentos e o peso do cotidiano, ela n?o perca o jeito terno e divertido que tanto me encantou quando a vi pela primeira vez.
Que eu n?o sinta que me tornei desinteressante ou banal para ela, como se só os filhos e as vizinhas merecessem sua atenç?o e sua alegria.
E que se erro, falho, esqueço, me distancio, me fecho demais, ou a machuco consciente ou inconscientemente, ela saiba me chamar de volta com aquela ternura que só nela eu descobri e desejei que n?o se perdesse nunca, mas me contagiasse e me tornasse mais feliz, menos solitário e muito mais humano.

Do livro Pensar é Transgredir de Lya Luft!

Até a próxima terça, se Deus quiser e o governador me permitir!

Ao Som de O Rappa - Rodo Cotidiano


Um Feroz Mequetrefe ŕs 3:20 PM -

segunda-feira, junho 7

Sobre os homens da minha vida.

Os homens da minha vida s?o os mais complicados. Talvez para serem amados e estarem na minha vida, eles precisem ser, mas a verdade é que todos t?m g?nio forte demais e s?o malucos demais e por isso acabo sendo vítima de todas as loucuras deliciosas e outras vezes insuportáveis de cada um deles.
Os homens da minha vida s?o únicos e t?o diferentes entre si, que ?s vezes me vejo doida, em saber como lidar com eles. Os meus homens s?o lindos, s?o os homens mais lindos do mundo, os meus homens me tiram noites de sono, me enchem de olheiras, me fazem o coraç?o e o cotovelo doer.Os meus homens reclamam da saia curta e da cabeça longe, do som alto e da hora de voltar, reclamam dos sumiços, de quando bebo um pouco mais,e também da tatuagem recém descoberta pelo mais importante deles.Os meus homens me fazem chorar ás vezes, mas em outras me oferecem o ombro e isso basta para que eu os ame de novo.
Alguns dos meus homens s?o galinhas, e me contam as histórias depois, me fazendo sentir pena pelas outras mulheres da vida deles.Os homens da minha vida me amam, de diferentes formas, mas sempre demonstram isso das maneiras com que encontram e que agem. Os meus homens quando brigam comigo acabam com meus dias, e se ficam muito tempo me ignorando me enlouquecem de tanta raiva e saudade.
Alguns dos meus homens foram embora e voltaram depois, os outros me conhecem desde sempre e por isso decifram meu olhar com uma facilidade absurda, adivinhando minhas vontades, descobrindo meus segredos e me desvendando completamente.O mais complicado é o mais importante, o que n?o fala comigo pela minha tatuagem,pela minha profiss?o, pelo meu jeito,e porque talvez eu n?o tenha saído como ele planejou, os outros ,me rodeiam e alegram minha vida, s?o os melhores amigos do mundo e um recente me tira o sono e me deixa pensando nele mais que o aceitável.Enfim, á todos os homens da minha vida, que de uma forma ou de outra s?o completamente responsáveis pela pessoa que me tornei e pela forma com que vejo o mundo.Aos meus homens queridos, que me fizeram mais forte, menos ing?nua, mais feliz e menos preconceituosa.Aos homens da minha vida, que amo de formas diferentes, de todas as formas, incondicionalmente e que fizeram a minha vida ser menos ordinária.Mais feliz e bem menos ordinária.

Para o Speed e o Mequetrefe, dois dos meus homens preferidos.

Capitu

*Ouvindo O que será (Á flor da pele)


Lolita ŕs 1:22 AM -

quarta-feira, junho 2

Twins...irmas gemeas

Sempre senti falta de descriçoes pormenorizadas e verossímeis de sexo lésbico! Acho que já é do conhecimento de todos que eu sou lésbica (nao muito convicta....risos)uma vez que dou minhas escapadinhas, um beijinho aqui, outro ali em algum homem. Mas apesar disso, nao acho que sejam o parceiro ideal para uma mulher, pois apesar de terem muitos defeitos, como todas nós também temos, ainda fazem um péssimo sexo oral.
Ora, mas voces poderao dizer que eu, ou a maioria das lésbicas nao tivemos sorte, como eu já ouvi algumas vezes e os caras com quem saí nao souberam me dar pérolas enquanto pescavam ostras. Claro, quando se trata de satisfer uma mulher, os homens estao em vantagem nao é mesmo? porque temos que nos esforçar, nao temos o respaldo de milhoes de anos de engenharia genética, programaçao e instinto. Claro, a natureza desenvolveu o homem para esse propósito: Satisfazer, guiar o rebanho, por isso as lésbicas vivem gastando grana em utensílios eróticos, vibradores, entre outras coisas, tentando compensar o que nós nao temos...O PENIS.
Movimento pra frente, progressivo. Progredindo no escuro, profundo...e misterioso, desconhecido. Será que a coisa funciona assim mesmo? ou voce quer dar apenas a impress?o que nao le livros?
Vamos recapitular entao: os homens sao os que melhor transam? homens carinhosos, atenciosos, sensíveis e prestativos. Ok, voce tem todo direito de se manifestar. Agora...Vamos pensar um pouco nas mulheres um minuto. Podemos?
- Sua forma, pescoço, ombros...pernas...quadris...eu acho muito bonito!
Agora vamos voltar ao seu famoso penis. O Penis parece um tipo estranho de molusco marinho...Ou o dedao do pé comprido. Ele é útil e até importante. Mas o auge do desejo sexual? o topo da lista dos destinos eróticos? eu acho que nao. Nosso primeiro impulso é beijar o que? beijar os lábios. Lábios firmes, deliciosos, doces lábios. Que envolvem uma boca quente, úmida e imensamente perfumada. É isso que todos querem beijar. Nao um dedo do pé. Nao um molusco marinho. UMA BOCA. E é exatamente igual a que? nao ao dedo do pé. A boca é irma gemea...da vagina.
E todos os seres buscam esse orifício, essa abertura...para serem envoltos, tragados...para sere, espremidos e suavemente esmagados...pelo que é verdadeiramente...a mais poderosa, a mais envolvente. Mas, se ainda assim, quieserem comparar propósito, significado, simbolismo e poder...esqueça o topo do Everest, o fundo do mar, a lua, as estrelas. Nao há lugar no mundo que tenha sido objeto das maiores ambiçoes, de tantas batalhas do que a doce sagrada, misteriosa...entre as pernas da mulher, que com orgulho, eu chamo de MINHA BOCETA!
Este é o meu modo de dizer que as mulheres, na verdade, sao a forma mais desejada. Voce nao concorda?



Pagu ŕs 10:00 AM -

quarta-feira, maio 26

Liç?es Para Meninas Moças Mulheres Modernas Como Eu

Como lidar com situaç?es complicadas

Comunicaç?o
Formiguinhas transformam-se em elefantes se voc? n?o perguntar. Sim, pergunte. N?o deixe pensamentos estúpidos povoarem a sua mente por falta de questionamento. Pergunte, entenda, assimile e resolva. O que poderia ser problema se dissolve numa simples resposta. N?o se pré-ocupe sem saber.

Insist?ncia
Perguntou? Pronto. Ouviu a resposta? Sim. É agradável? N?o? Voc? já fez tudo o que podia? Faça. Tente tudo o que puder para resolver. E lembre-se que a melhor soluç?o é a que beneficia um maior número de pessoas.

Amor-próprio
O amor próprio é o limite. Atente para n?o ultrapassar esta barreira. Voc? tenta até a medida do possível e a medida do possível é até onde voc? n?o se prejudica, n?o se humilha. N?o deixe de se amar. Nunca.

Hora de desistir
Já fez tudo? Sim? Deu certo? N?o? Ent?o pare de fazer. Desista. N?o vale ? pena dar murro em ponta de faca. Chega!


Pagu ŕs 2:00 PM -

terça-feira, maio 25

Cansada do Papai-mamae de todos os dias?
Teu relacionamento esta sem sal?
Voce nao sabe o que é sentir tesao há algum tempo?
Tem medo de expressar suas fantasias?
Está sem criatividade?
Tia Lolita tem a soluçao! Tudo neste post, que dará água da boca...Deliciem-se, meninas e meninos!

Saboreando a tua Transa!
Sexo sinonimo de vale-tudo, inovar e a palavra-chave!
Surpreender o parceiro usando uma lingerie, um lugar exotico, fantasia, sempre e bem vindo! Agora imagine voce fazendo tudo isso com um sabor que goste, por exemplo, eu adoro sorvete de brigadeiro e meu namorado fica com o sorriso de moleque, quando ve um o pote de sorvete. A variaçao das temperaturas (quente-frio) aumenta o tesao, abaixo segue uma lista de sabores para apimentar sua noite de puro sexo selvagem!

Danete: Um boquete com um Danete, ate rima!
Sorvetes: Ja disse acima, a variaçao das temperaturas, sua boca gelada em um ponto muito sensível.
Halls(Preta): menta, uma delicia! Depois de chupar, de uma sopradinha.
Foundie: de Chocolate com morango!! Ai...isso esta me dando arrepios!
Dan Up: imagine sua pichirica com sabor de morango!
Caldas de Sorvete: melando tudo!
Mel: Sua abelhinha irá querer o zangao.
Chantilly: nos peitinho com uma cerejinha, para seu namorado cair de boca!
Banana: Com casca ou sem casca? Use a imaginaçao! Preferencial a Prata!
Tudo da loja Sweet Love: tem uns penis de chocolate e recheado de chantilly...nossaaaa, tudo de bom!

Mas, se voce se preocupar em engordar, nao tem problema, fiz uma tabela de quanto se perde no Sexo.

Sexo a maneira mais pratica e divertida de perder peso. Veja quantas calorias se perde:

Tirando a roupa:

Com o consentimento dela... 12 cal
Sem o consentimento dela... 187 cal

Abrindo o sutia

Com as duas maos... 8 cal
Com uma mao... 12 cal
Com uma mao
sendo espancado por ela... 37 cal
Com a boca... 85 cal

Colocando a camisinha

Com ereçao... 6 cal
Sem ereçao... 315 cal

Preliminares

Tentando encontrar o clitoris... 8 cal
Tentando encontrar o ponto G... 92 cal
N?o ligar a minima... 0 cal

Posiçoes

Papai-mamae... 8 cal
69 em pe... 312 cal
Carrinho de mao... 450 cal
Candelabro italiano... 912 cal

Tendo um orgasmo

Real... 112 cal
Falso... 315 cal

Pos orgasmo

Ficar na cama que nem conchinha... 18 cal
Pular da cama logo em seguida... 36 cal
Explicar o porque de voc? ter pulado logo em seguida... 816 cal

Conseguindo a segunda ereçao

De 16 a 19 anos... 12 cal
De 20 a 29 anos... 36 cal
De 30 a 39 anos... 108 cal
De 40 a 49 anos... 324 cal
De 50 a 59 anos... 972 cal
Acima de 60... 2.916 cal

Colocando a roupa

Calmamente... 32 cal
Com pressa... 98 cal
Com o marido dela batendo na porta... 1.218cal

Ta esperando o que? Calma! Antes de ir se divertir,
Comenta!

Comunicado: Galera, desculpe-me pela ausencia, nao era desdenho, estava ocupada e esqueci de postar.
Prometo que serei mais presente neste blog safadinho! E como mudou a configuraçao de acentos do Blogger.com, tive que escrever tudo sem acento...rsss....Oh, Vida!Beijos da Lolo


Lolita ŕs 9:46 AM -